Como melhorar a motivação intrínseca?

ESTABELECER OBJETIVOS: ter metas importantes faz-nos levantar da cama com mais energia, pensando no que é prioritário; porém, os objetivos devem ser realistas e alcançáveis, de forma a manter-se o entusiasmo.

PLANIFICAR E ESTABELECER ESTRATÉGIAS: planificar permite ter uma linha de orientação sobre o que fazer e como fazer, transmitindo segurança e energia para alcançar os objetivos.

SAIR DA ZONA DE CONFORTO: sair do que usualmente nos é habitual pode parecer estranho; no entanto, aceitar o desconforto inicial e interpretá-lo como fazendo parte do processo de mudança, permite continuar com as estratégias definidas para atingir o objetivo.

IDENTIFICAR OS OBSTÁCULOS: analisar as variáveis que podem condicionar negativamente o alcance dos objetivos definidos; avaliar aspetos como o suporte emocional, hábitos e o ambiente envolvente.

FAZER O QUE TEM DE SER FEITO: o foco da atenção deve estar orientado para o que é necessário ser feito, evitando procrastinar ou seja adiar o seu início; de forma a ultrapassar a estagnação que os sentimentos negativos provocam na vida, é necessário aceitá-los e “colocar mãos há obra”.

PERSISTÊNCIA: uma maneira de pensar sobre o porquê de não se desistir é relembrar qual o objetivo final; de facto, implementar a mudança é um processo que precisa de muita disciplina, rigor e dedicação.

ESPERAR SEMPRE O MELHOR: esperar que se consegue alcançar o que se pretende, mantém a motivação.

* Fonte: Seco, G., Alves, S., Filipe, L., Pereira, A. P. & Duarte, A. L. (2012). Como ter sucesso no Ensino Superior: guia prático do estudante segundo Bolonha. Edições Pactor/LIDEL: Lisboa.

2º SEMESTRE: COMO GERIR O ESTUDO COM SUCESSO?

O tempo passa a correr e rapidamente te poderás sentir “stressado” com tantos trabalhos e avaliações. Aqui ficam algumas sugestões que te podem ajudar a gerir mais eficazmente o tempo de estudo:

* Começa por procurar conhecer o teu ritmo biológico e adaptar o horário ao estilo pessoal.
* Elabora um horário de estudo, planificando e priorizando as tarefas e tentando conciliar os estudo com as restantes atividades quotidianas (profissionais, familiares, lazer, etc)
* É melhor estudar num ambiente confortável e favorável ao trabalho, sem demasiado ruído ou outros distratores (MSN, Facebook, telemóvel, televisão, etc)
* É importante não adiar constantemente a realização das tarefas e começar, nem que seja por 5/10 minutos.
* É esperado que em cada sessão de estudo de 50 minutos, o tempo de concentração profunda seja de 40 minutos, período em que o nível de compreensão e memorização é mais elevado.
* Procura estar presente nas aulas práticas e acompanhar as teóricas, elaborando os teus apontamentos, tarefa que aumenta a concentração e facilita a aprendizagem.
* Procura estabelecer objetivos CRAVA – concretos, realistas e avaliáveis
* Tenta usar como estratégia de estudo o método PLEMA (Pré-Leitura; Leitura; Esquematização; Memorização e Avaliação dos Conhecimentos).
* Procura estudar em grupo com outros colegas e beneficiar dos horários de atendimento e de orientações tutoriais dos docentes.
* Perante as dificuldades, pensa de maneira positiva – “vou conseguir”.

Votos de um 2º semestre repleto de muitas aprendizagens e oportunidades de desenvolvimento.